Visita a uma Habitação Rural de Sidonge

Sem dúvida que já ouviu a expressão “viver com menos de 1 dólar por dia”. Já imaginou o que significa viver assim? Muito provavelmente também já ouviu a expressão “Base da Pirâmide”. Esta expressão define demograficamente os mais pobres quando comparados com os índices globais dos standards de vida.

Estas são as pessoas que, apesar de sobreviverem com os níveis básicos de sobrevivência, continuam a viver na pobreza e com reduzida probabilidade de sair dela. O acesso a educação está a ser uma alavanca para o crescimento local, mas ainda é preciso um longo caminho para as crianças terminarem a escola secundária e terem a sorte de conseguir bolsas de estudo para se licenciarem e tornarem-se doutores, engenheiros, professores ou outras profissões a que aspirem. Daí que os pais destas crianças não consigam ver grandes benefícios provenientes do acesso à educação.

Como parte do nosso projeto piloto em Sidonge estamos a documentar as condições de vida locais, de modo a demonstrar o impacto social. Tal significa que ao longo do tempo pretendemos demonstrar como estas famílias viviam no passado, como vivem agora e como as suas condições de vida mudaram para sempre.

Uma destas famílias é a de Patrick Anyango, a sua mulher Lilian e as suas 4 crianças. Vivem numa habitação com o pai de Patrick, os seus 3 irmãos e as respetivas famílias.

O vídeo que apresentamos em seguida é uma pequena introdução do que encontramos ao entrar num lar como o de Patrick. Agradecemos a ele e à sua família por nos ter recebido tão calorosamente.

 

vivian vendeirinho

Leave a Comment

Feira Ambiente 2012, Angola Solução para a Pobreza Rural
Top